Benefícios do Pilates na Gestação

A gravidez é um sonho para muitas mulheres, por isso quando seu sonho se realiza fazem de tudo para que a gestação aconteça da melhor maneira possível. Desde o momento que descobrem que está grávida a futura mamãe começa a fazer todos os preparativos para chegada do bebê. Com isso procuram tratamentos e alternativas que irá lhe ajudar a trazer seu filho ao mundo com muita saúde, uma dessas alternativas é o Pilates. Além de aliviar algumas dores e incômodos comuns da gravidez.

Na gravidez as mulheres passam por diversas mudanças que podem provocar muitas dores, incômodos, desconfortos e má postura. Algumas mulheres sofrem bastantes com esses problemas, outras nem tanto. Como forma de aliviar isso começam a praticar exercícios físicos para melhor seu condicionamento físico. Mas as gestantes devem tomar muitos cuidados antes de começar a praticar qualquer exercício físico, porém é recomendado que houvesse um acompanhamento profissional e médico.

Um exemplo de exercício físico recomendado que as mulheres pratiquem durante a gestação é o Pilates, mas como já disse é preciso de um acompanhamento profissional e médico. Se não houver nenhuma restrição médica, a grávida pode começar a praticar Pilates a partir terceiro mês de gestação até o  final do sétimo mês.

O Pilates possui muitos benefícios para gestação como o alongamento e fortalecimento da musculatura, principalmente do abdômen, glúteos e músculos da parte inferior das costas, que sustentam a coluna. Além de melhorar o condicionamento físico, controlar o peso e manter o bem-estar da gestante, o Pilates irá ajudar no trabalho de parto, pois tonifica essa região abdominal diminuído muita dores e incômodos.

Um fator bastante importante é que o Pilates seja praticado de maneira correta durante a gestação, sempre com supervisão profissional ou médica, como a de um fisioterapeuta. As grávidas também poderão usar das ferramentas do Pilates, como a famosa bola de Pilates que ajudam na prática de muitos exercícios. A gestante pode fazer a prática de Pilates de no máximo uma hora diariamente.

Um fato que não pode acontecer de maneira alguma é que uma gestante comece a praticar Pilates sem antes passar por uma avaliação de um profissional ou médica. E mesmo depois da avaliação, a gestante deve ter outro profissional para acompanha-la durante os exercícios que irá lhe orientar e conferir se está realizando as atividades de maneira correta de forma que não prejudique a futura mamãe, muito menos o bebê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*